Uso de álcool entre homens sexualmente disfuncionais

Título: Uso de álcool entre homens sexualmente disfuncionais
Autor(es): O. M. Rodrigues Jr. and M. Costa
Ano: 1990
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 1
Número: 1
Páginas: 84-93
Tipo de Artigo: Trabalhos de Pesquisa
ISSN: 0103-6122
Palavras-chave: disfunções sexuais masculinas; disfunção erétil; álcool; male sexual dysfunctions; impotence; alcohol
Língua: Portuguese

Resumo: O uso de álcool revela ansiedade e pode provocar dificuldades orgânicas (neuropatias periféricas), e ambos podem conduzir a disfunções sexuais. Para reconhecer a interação possível entre o uso do álcool e as disfunções sexuais masculinas estudamos 300 pacientes homens, com queixas sexuais, que procuraram uma clínica privada para diagnóstico e tratamento no período de janeiro a setembro de 1987. O diagnóstico foi obtido após avaliação multidisciplinar, pela qual obteve-se 86% dos pacientes com queixas de disfunção erétil, dos quais 60,08% de origem psicológica, 30,23% de origem orgânica e 9,69% com componentes mistos (orgânicos e psicológicos). Proporcionalmente, existem menos homens com disfunção erétil organogênica (61,54%) que fazem uso de álcool do que psicogênica (85,16%). Homens porta- dores de disfunção erétil psicogênica que fazem uso diário ou social de álcool afirmam, com maior frequência, que a interferência produzida pelo álcool no desempenho sexual é positiva. O uso de álcool pelo seu efeito antiansiolítico deve ser a razão pela qual os homens com disfunção erétil de origem psicológica utilizam-no resolver a inadequação sexual do casal, e menos ainda as dificuldades sexuais de suas parceiras, fato também apontado por Kaplan (2). As disfunções destas mulheres somente seriam resolvidas se fossem resultado direto das disfunções destes homens. As disfunções sexuais femininas decorrem especialmente de relacionamentos conjugais frustradores, não guardando obrigatoriamente relação com as disfunções sexuais de seus companheiros. Para haver a adequação sexual do casal, necessitamos considerar as possíveis disfunções sexuais existentes nas mulheres de homens que procuram solucionar suas disfunções sexuais, sejam estas de origem psicológica ou mesmo orgânica. Torna-se importante, além de darmos atenção às disfunções sexuais isoladamente, nos preocuparmos com a adequação sexual do casal que nos procura com dificuldades sexuais. ; The use of alcohol reveals anxiety which can produce diminished penile tumescence and even peripheral neurologic damage with long use and both can cause sexual dysfunctions in the male. Three hundred male patients referred to a private clinic for the diagnosis and treatment of such dysfunctions, from January to September of 1987, were studied and the diagnosis was obtained from the multidisciplinary approach which led to 86% patients complaining from erectile dysfunction who were 60.08% psychogenic, 30.23% organic and 9.69% with both com- pounds for the erectile dysfunction. There were less psychogenic erectile dysfunctioning men who did not drink alcohol than those with organic causes for the dysfunction. The daily or social drinker of alcohol that suffered from psychogenic impotence referred a positive effect of alcohol in their sexual performance more than the ones with organic impotence. Maybe the use of alcohol is for the tranquilizing effect, so the men with psychogenic impotence look for it to reduce anxiety. 

Entrar