Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

Sexualidade e qualidade de vida de indivíduos com linfoma

Título: Sexualidade e qualidade de vida de indivíduos com linfoma
Autor(es): M. C. Cozac, L. R. Oliveira, G. R. Pardi and G. Ruas
Ano: 2015
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 26
Número: 1
Páginas: 15-22
Tipo de Artigo: Trabalhos de Pesquisa
ISSN: 2236-0530
Palavras-chave: desempenho sexual; qualidade de vida; oncologia; sexual performance; quality of life; medical oncology
Língua: Portuguese

Resumo: Introdução: O diagnóstico de câncer, bem como suas diferentes formas de abordagens terapêuticas, afeta o bem-estar psicológico e a qualidade de vida (QV), tanto dos pacientes como de seus familiares, em especial os parceiros. Os fatores físicos, psíquicos e sociais a ele associados podem resultar em prejuízos significativos à função sexual, a qual é essencial ao bem-estar e à QV das pessoas. Objetivos: Avaliar o desempenho sexual de indivíduos com Linfomas, para secundariamente avaliar o impacto negativo na QV. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo e transversal realizado na Central de Quimioterapia do Hospital Escola da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Para avaliação dos indivíduos foram utilizados três questionários, que tiveram como função avaliar a QV, o desempenho sexual e realizar uma caracterização sociodemográfica. Foram incluídos na amostra para análise estatística nove indivíduos que preenchiam os critérios de inclusão, além de um grupo controle sem o diagnóstico de Linfoma composto pelo mesmo número de indivíduos. Para comparação entre os grupos foi utilizado o teste estatístico Mann-Whitney. Resultados: A amostra final analisada foi composta por nove indivíduos em cada grupo, observando que, em relação à QV, o grupo de indivíduos com Linfoma apresentou valores significativamente maiores quando comparado ao grupo de indivíduos sem Linfoma. Quando avaliada o desempenho sexual o grupo com linfoma se mostrou com desempenho sexual desfavorável a regular, enquanto o grupo sem Linfoma regular a bom.  Conclusão: Observou-se que o grupo com Linfoma apresentou maior pontuação na QV e menor pontuação quando avaliado o desempenho sexual. Este estudo teve limitações, sendo assim mais estudos são necessários nessa área buscando consolidar associações de variáveis como as avaliadas no estudo de bem-estar e a QV dos pacientes. / Introduction: The diagnosis of cancer and its different forms of therapeutic approaches, affects the psychological well-being and quality of life (QL), both patients and their families, especially partners. The physical, psychological and social factors associated with it can result in significant damage to sexual function, which is essential to the well-being and QL of people. Objectives: To assess the sexual performance of individuals with lymphoma, secondarily to evaluate the negative impact on QL. Methods: This is a descriptive cross-sectional study in Chemotherapy Center Hospital School of the Universidade Federal do Triângulo Mineiro. For evaluation of individuals were used three questionnaires, which had as its objective to evaluate QL, sexual performance and conduct a socio-demographic characteristics. They were included in the sample for statistical analysis nine individuals who met the inclusion criteria; and a control group without a diagnosis of lymphoma composed of the same number of individuals. For comparison between groups was performed using the Mann-Whitney statistical test. Results: The final sample consisted of nine individuals in each group, noting that in relation to the QV group of individuals with lymphoma was significantly higher when compared to the group of subjects without lymphoma. When evaluated sexual performance group with lymphoma showed an unfavorable sexual performance to regulate, while the group without regular lymphoma to good. Conclusion: It was observed that the group with lymphoma showed higher scores on QL and lower scores when evaluated sexual performance. This study has limitations, therefore more studies are needed in this area seeking to consolidate variable associations such as assessed in the study with the well-being and QL of patients.

Entrar