Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

Porque é tão difícil implantar educação sexual nas escolas

Título: Porque é tão difícil implantar educação sexual nas escolas
Autor(es): Z. V. Bruno and Z. V. Bruno
Ano: 1994
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 5
Número: 1
Páginas: 56-59
Tipo de Artigo: Opinião
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: A Educação Sexual é defendida desde o começo do século pelos médicos que em 1915 a usavam para combater a masturbação e doenças venéreas, tendo sido a igreja um instrumento de freio, com o objetivo de manter a moral e a dependência que a repressão do pecado e ignorância provocam. No entanto, a mesma conseguiu ser dada de forma curricular e obrigatória aos jovens nos colégios, desde 1956 na Suécia e desde 1973 na França. Em 1960, ventos liberais, “coincidentes” com o advento da pílula anticoncepcional, que deram maior liberdade a mulher de iniciar sua vida sexual sem o risco da gravidez, trouxeram a Educação Sexual a algumas escolas particulares. Porém com o golpe de 1964 foram exonerados diretores, professores e alunos que continuassem com experiências neste sentido. O governo aliou-se com a igreja, ambos queriam a repressão, não apenas em relação moral, mas social, política e econômica, assim como o planejamento familiar que estimulasse os nascimentos: mais gente, mais pobreza, mais dependência. (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar