Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

O efeito do fumo no teste de ereção fármaco-induzida com Cioridrato de Papaverina

Título: O efeito do fumo no teste de ereção fármaco-induzida com Cioridrato de Papaverina
Autor(es): O. M. Rodrigues Jr.
Ano: 1990
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 1
Número: 2
Páginas: 111-111
Tipo de Artigo: Resumo Comentado
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: O fumo, pelo efeito vasoconstritor da nicotina, pode, potencialmente, interferir nos resultados do teste de ereção fármaco-induzida (TEFI), empregado na avaliação da impotência sexual masculina. Com a finalidade de investigarmos o efeito do fumo sobre o TE- FI, submetemos 12 pacientes, em idades entre 22 e 56 anos (x = 43 anos) ao seguinte protocolo: - Fase 1. Injeção intracavernosa de 100 mg de cloridrato de papaverina (CP) com medida da pressão cavernosa por punção com butterfly calibre 19, acoplado a um manômetro anaeróide. - Fase 2. Uma semana após o teste inicial, repetição do procedimento após o uso de dois cigarros. Houve queda significativa da pressão em 10 dos 12 pacientes avaliados (83%) (p < 0,01), após o uso de cigarro; em um paciente a pressão permaneceu inalterada e em outro houve aumento discreto (8%). Conclui-se que o cigarro, possivelmente através da nicotina, interfere com a medida da pressão intracavernosa durante o TEFI, o que pode explicar alguns resultados falso-negativos do teste, a que o paciente deve ser orientado para não fumar antes e durante o teste. (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar