Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

Instrumentos de medida para avaliação da função sexual masculina no Brasil

Título: Instrumentos de medida para avaliação da função sexual masculina no Brasil
Autor(es): I. Finotelli Jr.
Ano: 2009
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 20
Número: 1
Páginas: 136-143
Tipo de Artigo: Trabalhos de Congresso
ISSN: 2236-0530
Palavras-chave: função sexual; medidas padronizadas; avaliação sexual; instrumentos clínicos; disfunções sexuais; sexual function; standardized measures; sexual assessment; clinical instruments; sexual dysfunction
Língua: Portuguese

Resumo: Pesquisas sobre diagnóstico e tratamento das disfunções sexuais têm rapidamente avançado nos últimos anos. Deve-se a elas o progresso na padronização de medidas para avaliar a função sexual. Considera-se que instrumentos como questionários, escalas e inventários são medidas padronizadas de obtenção de informações e, portanto, deve-se confiar nos dados que produzem. O presente artigo destaca três instrumentos breves, de fácil administração, que trazem níveis de medida diferenciados, mas que avaliam, por seus diferentes domínios, a função sexual em homens. Todos utilizam a tríade da resposta sexual humana (desejo, excitação e orgasmo) como fundamentação teórica e apresentam dados psicométricos satisfatórios. A maior preocupação das descrições apresentadas não foi a de eleger um instrumento para uso, mas apresentar um cenário e incentivar a utilização dos instrumentos disponíveis. ; Researches on diagnosis and treatment of the sexual dysfunctions have been moving forward quickly in the last years. They have caused the progress in the standardization of measures to assess the sexual function. It is considered that clinical instruments such as questionnaires, scales and inventories are standardized measures of obtaining information and, therefore, the data produced by them should be trusted. The present article detaches three brief instruments, of easy administration, which bring many levels of measure, but evaluate, by different domains, the sexual function in men. All of them use the triad of the human sexual response (desire, excitement and orgasm), as theoretical substantiation and, they present good psychometric data. The major concern of the presented descriptions was not choosing an instrument for use, but to present a scenario and to motivate the use of the available instruments.

Entrar