Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

Homossexualidade e homofobia: conceitos ou preconceitos?

Título: Homossexualidade e homofobia: conceitos ou preconceitos?
Autor(es): F. Adaid
Ano: 2014
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 25
Número: 2
Páginas: 101-109
Tipo de Artigo: Artigos Opinativos e de Atualização
ISSN: 2236-0530
Palavras-chave: homossexualidade; homofobia; conceito; preconceito; homosexuality; homophobia; concept; prejudice
Língua: Portuguese

Resumo: O presente artigo tem por objetivo analisar, de forma introdutória, o conceito de homossexualidade sob um enfoque crítico, mormente no que se refere à questão da homofobia, a fim de transcender as discussões que orbitam a psicologia e a sociologia. Desta feita, já se pressupõe que qualquer tentativa de entender a categorização da sexualidade aponta para uma visão não apenas reducionista, como também preconceituosa. A pergunta que, então, delimita a pesquisa pode ser assim formulada: como é possível pensar a homossexualidade, levando-se em conta a questão da homofobia, de forma a não cair em um discurso que reduza sua complexidade? Em relação ao método de pesquisa, utilizou-se da revisão bibliográfica por meio de textos da psicologia e da sociologia. Neste sentido, o referencial teórico aponta para o estruturalismo. / This article aims to analyze, in an introductory way the concept of homosexuality under a critical focus, especially with regard to the issue of homophobia in order to transcend discussions that orbit the psychology and sociology. This time, since it is assumed that any attempt to understand categorization of sexuality points to a vision not only reductionist, but also biased. The question, then, marks the research can be formulated as follows: how can thinking homosexuality, taking into account the issue of homophobia in order to not fall into a discourse that reduces its complexity? Regarding the research method, the article will be carried out through literature review, through psychology and sociology texts. In this sense, the theoretical framework points to a structuralist nature.

Título: Homossexualidade e homofobia: conceitos ou preconceitos?

Autor(es): F. Adaid

Ano: 2014

Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana

Volume: 25

Número: 2

Páginas: 101-109

Tipo de Artigo: Artigos Opinativos e de Atualização

ISSN: 2236-0530

Palavras-chave: homossexualidade; homofobia; conceito; preconceito; homosexuality; homophobia; concept; prejudice;

Língua: Portuguese

Resumo: O presente artigo tem por objetivo analisar, de forma introdutória, o conceito de homossexualidade sob um enfoque crítico, mormente no que se refere à questão da homofobia, a fim de transcender as discussões que orbitam a psicologia e a sociologia. Desta feita, já se pressupõe que qualquer tentativa de entender a categorização da sexualidade aponta para uma visão não apenas reducionista, como também preconceituosa. A pergunta que, então, delimita a pesquisa pode ser assim formulada: como é possível pensar a homossexualidade, levando-se em conta a questão da homofobia, de forma a não cair em um discurso que reduza sua complexidade? Em relação ao método de pesquisa, utilizou-se da revisão bibliográfica por meio de textos da psicologia e da sociologia. Neste sentido, o referencial teórico aponta para o estruturalismo. / This article aims to analyze, in an introductory way the concept of homosexuality under a critical focus, especially with regard to the issue of homophobia in order to transcend discussions that orbit the psychology and sociology. This time, since it is assumed that any attempt to understand categorization of sexuality points to a vision not only reductionist, but also biased. The question, then, marks the research can be formulated as follows: how can thinking homosexuality, taking into account the issue of homophobia in order to not fall into a discourse that reduces its complexity? Regarding the research method, the article will be carried out through literature review, through psychology and sociology texts. In this sense, the theoretical framework points to a structuralist nature.

Entrar