Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

História do abuso físico e sexual em mulheres com dor pélvica crônica

Título: História do abuso físico e sexual em mulheres com dor pélvica crônica
Autor(es): O. M. d. Araújo Jr.
Ano: 1991
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 2
Número: 2
Páginas: 193-194
Tipo de Artigo: Resumo Comentado
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: Pacientes com Dor Pélvica Crónica (DPC) tendem a ter uma prevalência substancial de perfis psicológicos anormais, algumas vezes com história de depressão e/ou experiências disfuncionais familiares, e estes achados não são relativos à presença ou ausência de patologia pélvica da base. Tem sido sugerido que há uma relação entre abuso físico e/ou sexual a DPC. Notou-se que pacientes vítimas de abuso sexual apresentariam posteriormente uma frequência de queixas somáticas, incluindo, mas não se limitando à dor pélvica. Tivemos oportunidade de ler alguns trabalhos na área de gastroenterologia que demonstravam uma história de abuso físico a sexual na infância ou mais tardiamente em muitas pacientes com patologias funcionais gastrointestinais (síndrome cólon irritável, dispesia não ulcerosa, dor abdominal crônica). O presente estudo foi feito na tentativa de avaliar a prevalência de abuso físico e sexual (na infância e vida adulta) em pacientes com DPC, naquelas com outros tipos de dor crônica (no pescoço, cabeça, ombro, extremidades, múltiplos locais, etc.) e o grupo controle (pacientes ginecológicas livres de dor). (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar