Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

Editorial RBSH 15(2) 2004

Título: Editorial RBSH 15(2) 2004
Autor(es): A. C. C. Gonçalves
Ano: 2004
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 15
Número: 2
Tipo de Artigo: Editorial
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: Neste número da Revista Brasileira de Sexualidade Humana, constatamos com alegria que os trabalhos sobre educação sexual tem sido registrados e discutidos nos cursos de formação e também nos programas de saúde no qual são inseridos.  A aplicação de projetos de educação sexual em escolas não é algo novo. Recente é a idéia de inserir a sexualidade em cursos de formação universitária, especialização e atendimentos ambulatoriais com equipe multidisciplinar. Faltava ainda a divulgação dessas experiências nos meios acadêmicos para que a educação sexual, como especialidade tenha subsídios técnico-teóricos para fortalecer sua identidade. Interessante também é a interação das teorias psicológicas no estudo da sexualidade humana e na prática da terapia sexual. Vemos que os profissionais têm buscado outras linhas para subsídio teórico além de abrir-se para o trabalho multiprofissional  com colegas de outras abordagens. Esta revista traz ainda textos com temas bastante atraentes e que, até agora, tem sido pouco divulgados em trabalhos de pesquisa: prática do coito anal nas relações heterossexuais; vivências afetivas e sociais de mulheres cujos cônjuges vivem como emigrantes no exterior; vivência da sexualidade em pessoas  com cegueira. São essas iniciativas que promovem a ampliação do estudo da sexualidade e lançam luz aos profissionais que buscam na literatura apoio para sua prática. Temos também neste número, reflexões sobre como a sexualidade tem sido experienciada pelas pessoas que tem lesão medular e pela mulher que passa pela cirurgia de mastectomia, para além dos aspectos físicos. Envolvendo sociedade e cultura, os autores chamam a atenção para a necessidade de um olhar mais amplo, que capte as diferentes visões que ainda se mostram relutantes a uma observação global do ser humano, tão necessárias e que congrace todas as suas dimensões: a biológica, a psicológica e a sociocultural. É fazendo justamente esta interelação, que o estudo da família insere afeto e sexualidade no artigo opinativo que tece considerações sobre o Mosaico da Família Atual. A Revista Brasileira de Sexualidade Humana é um periódico importante para revelar estudos realizados na área, e por isso, convida os profissionais a contribuírem sempre e mais.

Entrar