Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

Editorial RBSH 1(1) 1990

Título: Editorial RBSH 1(1) 1990
Autor(es): N. Vitiello
Ano: 1990
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 1
Número: 1
Páginas: 11-11
Tipo de Artigo: Editorial
ISSN: 0103-6122 
Língua: Portuguese

Resumo: Os profissionais associados à Sociedade Brasileira de Sexualidade Humana vêm, ao longo do tempo, acalentando o sonho de poder contar com um órgão de divulgação que pudesse, de maneira centralizada, divulgar pesquisas e opiniões de autores nacionais e latino-americanos. Vários óbices surgiram para o nascimento desse órgão, sendo o principal dos quais de razão econômica. Os custos administrativos e de impressão, o retrai- mento de anunciantes, as dificuldades de distribuição etc. fizeram com que esse sonho fosse sendo postergado. Agora, graças a um perfeito entendimento entre a Diretoria da Sociedade Brasileira de Sexualidade Humana (SBRASH) e a Iglu Editora, surge a Revista Brasileira de Sexualidade Hunana (R.B.S.H.),cujo primeiro número está em suas mãos. Fruto de intenso trabalho, não pretende ser um produto acabado a ainda menos perfeito. Mudanças - para melhor - certamente virão, algumas delas, seguramente, sugeridas por nossos leitores. Temos consciência de ser esta Revista, na forma em que está concebida (em formato de livro, sem anúncios pagos etc.), uma experiência pioneira no Brasil, mas que, em nossa concepção, tem tudo para acertar. Para isso, contamos com sua colaboração.Planejada para ter inicialmente periodicidade semestral, pretende, no futuro, tornar-se quadri ou trimestral, talvez já a partir de 1991. Desejamos realçar que este primeiro número, bem como, talvez parcialmente, o segundo, não se constitui em espelho exato dos trabalhos de autores de todo o território nacional. Para fazê-lo fomos obrigados a lançar mão de pedidos, par vezes insistentes, aos especialistas com quem temos maior proximidade, aos quais desejamos expressar nossa profunda gratidão pela confiança que depositaram em nosso empreendimento. Esperamos que já a partir do próximo número possamos contar com maior fluxo espontâneo de trabalhos. Aguardamos os seus. 

Entrar