Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

Doenças debilitantes e a sexualidade do casal

Título: Doenças debilitantes e a sexualidade do casal
Autor(es): R. M. d. Silva and M. A. Ribeiro
Ano: 2007
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 18
Número: 1
Páginas: 33-47
Tipo de Artigo: Trabalhos de Congresso
ISSN: 0103-6122
Palavras-chave: sexualidade; câncer; cuidados paliativos; casal; família; sexuality cancer; palliative care; couple; family
Língua: Portuguese

Resumo: O objetivo desse estudo é conhecer a repercussão do câncer no relacionamento conjugal e na vida sexual do casal em pacientes sob cuidados paliativos. Apresentamos um estudo de caso cuja amostra foi formada por um casal residente no Distrito Federal, dos quais um dos cônjuges esteve internado no Hospital de Apoio de Brasília (HAB). O estudo privilegiou a análise qualitativa, foi utilizado o método clínico e os dados foram interpretados de acordo com a abordagem sistêmica da família e teóricos da sexualidade humana. Os instrumentos utilizados foram: roteiro de entrevista semiestruturada, genograma familiar e técnica de colagem. Os dados apontam para a reestruturação familiar e conjugal e para os aspectos socioculturais que permeam a atitude e comportamento sexual dos participantes. O método utilizado mostrou-se adequado para se atingir os objetivos e para melhor compreensão do fenômeno estudado. Os dados foram discutidos e relacionados aos trabalhos constantes no levantamento bibliográfico. ; The aim of this research is to study the repercussion of cancer on marriage relationship and in the couple's sexual life in patients under palliative care. We present a study of case whose sample was formed by a resident couple in the Distrito Federal, of which one of the spouses was interned in the Hospital de Apoio de Brasília (HAB). The research privileged the qualitative analysis, the clinical method was used and the data had been interpreted according the family systemic approach as well as theoretical studies of human sexuality. The methods used were: semi structured guided interview, family genogram and a collage technique. The data pointed to a family and conjugal restructuration and social-cultural aspects reflected through the attitude and sexual behavior of the parts. The method was appropriate to accomplish the previously outlined objectives and for better better comprehension of the phenomenon under study. The data were discussed and related to works inserted at the bibliographic review.

Entrar