Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

Dificuldades afetivas e sociais vivenciadas pela mulher cujo cônjuge reside no exterior como emigrante

Título: Dificuldades afetivas e sociais vivenciadas pela mulher cujo cônjuge reside no exterior como emigrante
Autor(es): A. R. d. Almeida and C. A. Dias
Ano: 2004
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 15
Número: 2
Páginas: 73-91
Tipo de Artigo: Trabalhos de Pesquisa
ISSN: 0103-6122
Palavras-chave: relação conjugal; emigração; sexualidade; isolamento sexual; conjugal relationship; emigration; sexuality; sexual isolation

Língua: Portuguese

Resumo: Governador Valadares é, internacionalmente, conhecida por exportar mão de obra para o exterior. Muitos cidadãos deixam esposa e filhos, assumindo o compromisso de reunir recursos, para em seguida, levá-los consigo. Alguns acabam considerando que isto seria um gasto suplementar devendo ser evitado. Entendem que, economizando, conseguirão rapidamente aumentar seu capital, voltar para o Brasil e gozar de uma vida confortável.  As esposas desses deixam de contar com o parceiro para resolverem juntos os problemas cotidianos, e atender suas necessidades sexuais. A realidade vivida por tais mulheres, incita a formulação da questão: Quais são as dificuldades afetivas e sociais vivenciadas pela mulher cujo cônjuge reside no exterior como emigrante? Objetivando responder essa questão, realizou- se uma pesquisa bibliográfica e uma pesquisa de campo, onde 62 esposas de emigrantes foram entrevistadas. Os resultados apontam para a importância da prática sexual como fator de equilíbrio psíquico dos indivíduos e para a manutenção do relacionamento conjugal. Internationally, Governador Valadares is known as exporter of manual labor abroad. Many citizens leave their wives and children, taking on a commitment to accumulate resources and then taking them home. Some eventually consider this as additional expenses to be avoided. They understand that by saving they will be able to increase their capital quickly, return to Brazil and then enjoy a comfortable life. Their wives cannot  count on their partners any more to solve their daily problems together, and to attend to their sexual necessities. The reality lived by such women, provokes the formulation of the question: What are the affectionate (emotional) and social difficulties lived by a woman whose husband lives abroad as an emigrant? To answer this question bibliographical research and a case study  were carried out, in which 62 emigrants' wives were interviewed. The results point to the importance of sexual practice as a factor in mental balance of individuals and to the maintenance of the conjugal relationship.

Entrar