A sexualidade no envelhe(ser)

Título: A sexualidade no envelhe(ser)
Autor(es): M. d. A. R. Caridade
Ano: 2005Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 16
Número: 2
Páginas: 207-217
Tipo de Artigo: Trabalhos de Congresso
ISSN: 0103-6122
Palavras-chave: sexualidade; finitude; envelhecimento; sexuality; finity; aging
Língua: Portuguese

Resumo: O homem é o único ser vivo que sabe que vai morrer. Isso o angustia, e ele busca para si ilusões de eternidade, como se pudesse esconder- se de sua provisoriedade. A finitude é vista por ele como uma limitação, não como o limite que é posto à vida. Olhar assim, o impede do verdadeiro crescimento rumo à maturidade e a alegria de viver. Finitude é condição humana, e nela somos desafiados a encontrar saídas para os limites, a encontrar motivação para manter a vida com dignidade, satisfação, prazer e sentido. Falar de envelhecimento é falar da consciência dessa finitude, da possibilidade de ser por ela desafiados, e da capacidade que temos de proceder à superação, à transformação, à metanóia, à mudança de atitudes. A vida é exigente de um ascender ao mais além. Nesse contexto a sexualidade nos convoca para a construção de um sujeito prazeroso e feliz. ; Mankind is the only living being who know that will die. This disturbs him, and he looks for the illusion of eternity, as he could hide himself from his brevity. Finity is seen as a limitation, not as a limit that is imposed to life. Looking this way prevents him from the real growth towards maturity and happiness to be alive. Finity is a human condition and within it, we are challenged to find ways to overcome limitations, to find motivation to live with dignity, satisfaction, pleasure and meaning. Talking about getting old, is talking about being conscious of this finity, about the possibility of being challenged by it and about our capacity to surpass, to transform and to change attitudes. Life requires that we keep going ahead. Within this context, sexuality calls us to construct a pleasure and happy human being.

Entrar