Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 997

A abordagem psicodinâmica no tratamento da sexualidade

Título: A abordagem psicodinâmica no tratamento da sexualidade
Autor(es): S. R. D. Sessa and O. M. Rodrigues Jr.
Ano: 1992
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 3
Número: 2
Páginas: 182-187
Tipo de Artigo: Revisão
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: A psicanálise, desde sua criação, vinha se tornando cada vez mais de difícil acesso às pessoas que necessitavam de psicoterapia para a liberação de possíveis traumas e preenchimento de lacunas que pudessem ter ficado em suas vidas. Essas dificuldades provinham, primeiramente, de ordem financeira, uma vez que a técnica psicanalítica que trabalha através das chamadas “resistências” (mobilizações internas que têm como objetivo deixar “inconscientes” os fatos que possam ser negativamente marcantes) necessita de três a quatro atendimentos semanais, o que naturalmente conduz a alto custo, além de grande disponibilidade de tempo durante a semana (uma hora diária para as sessões). Sem contar as dificuldades trabalhistas para se ausentar do emprego em horas impróprias para o tratamento. Como também acontece às vezes, são necessários muitos anos para que o paciente atinja o equilíbrio de personalidade almejado. Percebendo essas dificuldades, um grupo de psicanalistas desenvolveu uma nova proposta de abordagem psicoterapêutica: a psicodinâmica ou psicoterapia psicodinâmica. Essa abordagem se utiliza do referencial teórico da psicanálise, porém não emprega suas técnicas, tendo como objetivo encurtar o processo terapêutico e o número de sessões por semana, o qual é reduzido a uma ou no máximo duas sessões. Para trazer o cliente/paciente à elaboração, podem-se utilizar técnicas que variam de acordo com a dinâmica de personalidade do indivíduo assim como do corpo teórico do terapeuta, sempre objetivando um resultado específico a preestabelecido (um exemplo é o oferecido por Milrod e Shear, 1991). (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar