Sexualidade masculina: misterioso silêncio

Título: Sexualidade masculina: misterioso silêncio
Autor(es): M. V. F. C. Grassi and M. A. d. T. Bruns
Ano: 1995
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 6
Número: 2
Páginas: 243-257
Tipo de Artigo: Trabalhos de Pesquisa
ISSN: 0103-6122
Palavras-chave: sexualidade masculina; trajetória fenomenológica; envolvimentos afetivos; inautenticidade; masculine sexuality; phenomenological analysis; affective involviments; unauthenticity
Língua: Portuguese

Resumo: O objetivo desta pesquisa é buscar uma compreensão do fenômeno sexualidade masculina através da apreensão do que foi e tem sido mais significativo para os homens em seus relacionamentos afetivo sexuais. Os discursos foram submetidos à análise fenomenológica a as convergências evidenciaram que as experiências significativas comuns a todos os sujeitos foram: casamento, esposa, amante, amigos e filhos. Os homens se mostraram resistentes para falarem de si, com dificuldades em se realizarem dentro do casamento e superficialidade em suas amizades a encontros eróticos. Temem o envolvimento afetivo mais profundo, embora busquem a emoção da paixão na troca de parceiras, Distanciados de sue natureza anímica (princípio feminino de Eros) vivem mergulhados na inautenticidade de seus envolvimentos amorosos que não os completam. ; The objective of this research is the search for an undesrtanding of the masculine sexuality phenomenon by means of indentifying factors that have been most significant for men in their sexual-affective relationships. Theirs discourses were submitted to a phenomenological analysis and showed that items such as marriage, wife, lovers, friends and children were significant for all of the men interviewed. The men demonstrated resistances to talking= about themselves, difficulties in their realizations within marriage and superficiality in their friendships and erotic encounters. They fear more profound affective involvements while searching for passional emotion by changing sexual partners. Distance from their soul nature (Eros feminine principle) they live immersed in authenticity of erotic relations that do not satisfy them.

Entrar