Sexualidade humana: uma abordagem pedagógica

Título: Sexualidade humana: uma abordagem pedagógica
Autor(es): F. R. d. A. L. Neves, A. R. d. Costa, S. A. Almeida, M. d. G. C. Ferriani and M. A. T. Cano
Ano: 1997
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 8
Número: 1
Páginas: 85-96
Tipo de Artigo: Trabalhos de Atualização e Opinativos
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: Entendemos que a criança e o adolescente integram a sociedade e em cada período histórico foram visualizados de forma diferentes. Compreendemos ainda que, infância e adolescência são fases do desenvolvi- mento do ser humano marcadas por peculiaridades que os diferenciam do adulto e do idoso. Enquanto profissionais da Saúde a Educação, sentimos que questões pertinentes à sexualidade humana não são abordadas no cotidiano do contexto familiar, gerando dúvidas, insegurança, preconceitos e tabus. Desta forma, como a família sente desconforto em lidar aberta- mente com a questão da sexualidade, a “Educação Sexual” é empurrada para a escola (FERRIANI, 1994). Diante destes questionamentos, o presente estudo tem como objetivo, sensibilizar professores, pais e alunos quanto à necessidade a importância da “Orientação Sexual” para o desenvolvimento integral do indivíduo, visando não só tratar dúvidas emergentes na escola, mas, sobretudo, subsidiar e viabilizar ações e trabalhos conjuntos no futuro. Para tanto, foram realizadas Oficinas de Trabalho com 400 adolescentes da E.M.P.S.G. “D. Luís do Amaral Mousinho” do município de Ribeirão Preto, onde contamos com uma equipe multidisciplinar que atuou com dinâmica de pequenos grupos, durante 04 dias, nos períodos da manhã, tarde e noite. A temática abordada nos grupos estava de acordo com suas próprias necessidades (aparelho reprodutor, fecundação, gravidez, dentre outros). O processo metodológico adotado é de natureza qualitativa utili- zando a técnica de entrevista semiestruturada e observação livre. Foram entrevistados adolescentes, pais e professores. A análise realizada permitiu identificar o significado da sexualidade humana entre os atores sociais e as implicações destes no contexto social. ; We understand that the child and the adolescent are parts of human society and they were viewed, in each historic period, in different manners. We also understand that childhood and adolescence are distinct fases of human development marked by singularities that differentiate them from adulthood and from elderly people. As health and education professionals, we feel that questions concerning human sexuality are not discussed among family members, creating doubts, insecurity, preconception and taboo. In this way, as the family are not confortable to handle openly with sexuality, “Sexual Education” is a matter that must be “worked” at school. Facing these questions, this work aims to sensitize teachers, parents and students to the need and to the importance of “Sexual Education” concerning the whole development of an individual human been, trough not only to handle emergent doubts, but most of an to subside and make possible action and close works in the future. So, it was realized a Workshop with 400 adolescents from the school named “D. Luis do Amaral Mousinho” in Ribeirão Preto, where we worked with short groups during 4 days in the morning, afternoon and at night. The main speech was according to the needs of each group (reproducing system, fecundation, pregnancy, among others). We chose the methodology process of qualitative nature and we use the semi-structured interview and free observation. We interviewed adolescents, parents and teachers. This study made possible to identify the meaning of human sexuality among social workers and what they mean in the whole social context.

Entrar