Principais responsáveis pela diminuição do desejo

Título: Principais responsáveis pela diminuição do desejo
Autor(es): M. d. A. R. Caridade
Ano: 2010
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 21
Número: 1
Páginas: 96-96
Tipo de Artigo: Edição Especial
ISSN: 2236-0530
Língua: Portuguese

Resumo: “Hoje nada é menos seguro do que o sexo por trás da liberação de seu discurso. Hoje nada é menos seguro do que o desejo por trás da proliferação de suas figuras.” Com essa afirmação BAUDRILLARD (1992), nos faz pensar que a pluralidade de discursos não garante a liberação da sexualidade, e que o desejo não se satisfaz no real, no consumo de corpos e imagens. Ele nos faz pensar também, que há um perigo, uma iatrogenia talvez, nessa hiperprodução de sexo, de discursos, de hiperrealismo do gozo que a cultura vem promovendo. A hiper oferta de objetos sexuais constitui um desperdício, posto que o desejo só se sustenta na falta do objeto desejado. Se tudo é dado, revelado, tornado excessivamente real, que lugar resta ao desejo? (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar