"Minha vida de ameba”: os scripts sexo-normativos e a construção social das assexualidades na internet e na escola

Título: “Minha vida de ameba”: os scripts sexo-normativos e a construção social das assexualidades na internet e na escola
Autor(es): T. Gava
Ano: 2014
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 25
Número: 1
Páginas: 61-62
Tipo de Artigo: Resenha de Tese
ISSN: 2236-0530
Língua: Portuguese

Resumo: OLIVEIRA, E. R. B de. “Minha vida de ameba: os scripts sexo-normativos e a construção social das assexualidades na internet e na escola. 2014. 225 p. Tese (Doutorado – Programa de Pós-Graduação em Educação. Área de Concentração: Sociologia da Educação) - Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. São Paulo: s.n., 2014. A tese de doutorado defendida por Elisabete Oliveira apresenta a assexualidade como um componente da diversidade sexual, na qual é definida como “uma forma de viver a sexualidade caracterizada pelo desinteresse pela atividade sexual, podendo ser ou não acompanhada pelo interesse em relações amorosas” (p. 15). Esse posicionamento coloca em cheque alguns postulados históricos que têm permeado as construções sociais de sexualidade e gênero em nossa sociedade – a centralidade das relações amorosas e sexuais na experiência humana e universalização do interesse sexual e/ou amoroso e consequente compulsoriedade da atividade sexual nas relações amorosas entre as pessoas.

Entrar