Merchandising social: sexualidade e saúde reprodutiva nas telenovelas

Título: Merchandising social: sexualidade e saúde reprodutiva nas telenovelas
Autor(es): M. R. Schiavo
Ano: 1998
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 9
Número: 2
Páginas: 168-183
Tipo de Artigo: Trabalhos Opinativos e de Revisão
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: As telenovelas e minisséries - pela sua capacidade de monopolizar grandes audiências, por um tempo relativamente longo - sempre fascinaram os educadores. Nas últimas quatro décadas, observam-se várias experiências na produção de telenovelas e seriados com conteúdos educativos, tanto em emissoras educativas quanto em canais comerciais. A busca de metodologias que pudessem sistematizar o uso sócio-educativo das telenovelas, porém, não foi uma constante. A esse respeito, poucas propostas foram apresentadas. Uma das mais importantes foi a experiência de Miguel Sabido, desenvolvida no México. Sabido estabeleceu uma base teórica para o seu trabalho, testou e adaptou diferentes modelos educacionais, de comunicação e de psicologia da aprendizagem, definindo uma estratégia de educação pelo entretenimento, através das telenovelas. (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar