Liberdade sexual e seus limites

Título: Liberdade sexual e seus limites
Autor(es): M. Cavalcanti
Ano: 1996
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 7
Número: ned2
Páginas: 191-194
Tipo de Artigo: Edição Especial
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: O problema da liberdade, sob qualquer ângulo, é realmente fascinante e, para falar sobre ele, requer a condição imprescindível de estar livre. Liberdade total para sentir, agir e ser. Partindo desse pressuposto, o tema deve ser encarado sob o aspecto ético-filosófico, porque só dentro deste contexto é que se pode falar de critérios de liberdade. Se o conceito de liberdade é objetivo, a sensação da liberdade e os limites da liberdade estão presentes na subjetividade de cada pessoa, à luz de seus valores a no contexto de sua filosofia de vida. Liberdade não é conceito rígido, imutável que não abra os horizontes da individualidade. Muito ao contrário, a filosofia de vida do homem livre é que lhe permite conviver harmonicamente com pontos de vista diversos, num dinamismo de trocas que renova e que recria. E é dentro dessa ótica que o tema deve ser abordado. (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar