Influência da ligadura tubária bilateral na sexualidade da mulher

Título: Influência da ligadura tubária bilateral na sexualidade da mulher
Autor(es): O. M. Rodrigues Jr.
Ano: 1993
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 4
Número: 1
Páginas: 121-122
Tipo de Artigo: Resumo Comentado
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: A autora desenvolveu um questionário, que foi aplicado a 50 mulheres, em Ourinhos (SP) para avaliar a influência da ligadura tubária bilateral na sexualidade daquelas mulheres. A laqueadura havia sido executada há mais de cinco anos em 90% das pesquisadas, devido ao número de filhos (38%), indicação médica (36%), e desconforto com anticoncepcionais. A cirurgia foi decidida com o apoio de 68% dos companheiros, quando as entrevistadas tinham de 25 a 35 anos (68%). Anteriormente à cirurgia, os anticoncepcionais orais eram usados por 78% das pesquisadas, e 18% usava a tabelinha. Alterações foram percebidas por 64% das pesquisadas após a cirurgia, correspondendo a: irritabilidade (22%), depressão (8%), obesidade (18%), nervosismo (16%), dores abdominais (16%), aumento de fluxo menstrual (28%), alterações hormonais (6%); embora 36% não notasse quaisquer alterações no organismo. (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar