Images of Alice: Gender, deviancy, and a love murder in Memphis

Título: Images of Alice: Gender, deviancy, and a love murder in Memphis
Autor(es): O. M. Rodrigues Jr.
Ano: 1996
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 7
Número: 1
Páginas: 147-148
Tipo de Artigo: Resumo Comentado
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: A autora discute uma situação de assassinato seguida do julgamento da homicida no ano de 1892. Alice Mitchell matou uma mulher porque a amava. O fato principal residiu na transgressão de uma multiplicidade de limites da mulher classe média e os comportamentos femininos aceitáveis da época. A professora do departamento de história da Universidade de Virginia propõe compreender o fato através dos conceitos de masculinidade e feminilidade, racionalidade e sexualidade que tiveram mudanças importantes no início do século XX. Lindquist considera que a morte de Freda Ward, embora tivesse uma motivação do mesmo sexo, deveria ser definida como transgressão de gênero, uma violação de papéis de gênero mais do que transgressão sexual envolvendo atos imorais e tabu sexual. I julgamento da sociedade vitoriana redefinira Alice de forma que a reintegrava à sociedade sem que ela continuasse desafiando a sociedade. (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar