Estudo sobre as práticas sexuais para além da dor na visão de praticantes de BDSM

Título: Estudo sobre as práticas sexuais para além da dor na visão de praticantes de BDSM
Autor(es): A. R. O. Santos
Ano: 2013
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 24
Número: 1
Páginas: 27-41
Tipo de Artigo: Trabalhos de Pesquisa
ISSN: 2236-0530
Palavras-chave: comportamento sexual; psicologia; diversidade sexual; sexual behavior; psychology; sexual diversity
Língua: Portuguese

Resumo: Este estudo resultou em trabalho de conclusão de curso orientado pela psicóloga Ms. Vera Lúcia Vaccari. O acrônimo BDSM é formado por: Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo. São muitos os olhares sobre esse universo, advindos da psicologia e da psiquiatria, que, com maior ou menor ênfase, em geral consideram as práticas sob a perspectiva da patologização. Objetivos: Levantar as concepções relacionadas a prazer e dor em praticantes de sadomasoquismo. Materiais e métodos: A pesquisa adotou uma perspectiva qualitativa, tendo como base uma revisão bibliográfica e um trabalho de campo que contou com a coleta de depoimentos de praticantes de sadomasoquismo, levantando as particularidades dos entrevistados considerando as opiniões, crenças e significantes nas palavras dos participantes da pesquisa por meio de análise de conteúdo. Discussão: Os resultados apontam para uma diferença entre a visão psicológica e psiquiátrica e a dos praticantes, que não encaram o SM por uma perspectiva patologizante, mas sim como uma subcultura. Considerações finais: A psicologia, ao atuar com as diversidades, tem o papel de escutar o sujeito, com base no argumento de que há relação saudável dos praticantes com seus desejos com ênfase na exploração dos diversos modos de expressão sexual. / This study resulted in job completion course guided by psychologist Ms. Vera Lucia Vaccari. The acronym BDSM consists of: Bondage, Discipline, Domination, Submission, Sadism and Masochism. There are many views on this universe, arising from psychology and psychiatry, which, with greater or lesser emphasis, often consider the practice a pathological perspective. OBJECTIVES: Raise the concepts related to pleasure and pain in practitioners of sadomasochism. MATERIALS AND METHODS: The research adopted a qualitative approach, based on a literature review and a field of work which included the collection of testimonials BDSM practitioners, raising the particularities of respondents considering the opinions, beliefs and significant in the words of survey participants by content analysis. DISCUSSION: The results point to a difference between the psychological and psychiatric vision and practitioners, who do not see the MS in a pathologizing perspective, but as a subculture. CONCLUSIONS: The psychology, the work with diversity, has the role of listening to the subject, on the grounds that there is healthy relationship of practitioners to your wishes with emphasis on exploring the various modes of sexual expression.project shows the positive impact of university involvement in the sex education of adolescents in the community, by providing also the academics, the experience of this work as part of university educations.

Entrar