Educação sexual e comportamento preventivo de universitários: um estudo exploratório

Título: Educação sexual e comportamento preventivo de universitários: um estudo exploratório
Autor(es): M. Tachibana and I. C. D. Bariani
Ano: 2004
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 15
Número: 1
Páginas: 73-85
Tipo de Artigo: Trabalhos de Pesquisa
ISSN: 0103-6122
Palavras-chave: educação sexua; estudantes universitários; comportamento; sexual education; university students; preventive behavior
Língua: Portuguese

Resumo: Tendo em vista todos os problemas sociais envolvendo o comportamento sexual dos adolescentes (tais como o elevado índice de gravidez nesta fase; a incidência frequente de abortos e um aumento nos casos de doenças venéreas), este estudo procurou verificar se a educação sexual advinda da escola e da família  - as instituições sociais mais apropriadas para realizar esse tipo de orientação - influencia para que o adolescente adote um comportamento sexual preventivo.Foram aplicados, acidentalmente, questionários semiabertos, em 149 estudantes de uma universidade do interior do estado de São Paulo. Constatou-se que apesar de 79,9% dos informantes apontarem ter recebido educação sexual satisfatória, não foram todos que fizeram uso de métodos preventivos, na primeira relação sexual, e que os utilizam, em suas relações sexuais atuais. Ainda, alguns estudantes demonstraram ter o pensamento mágico de que não têm como engravidar ou contrair alguma doença venérea, embora não se previnam eficazmente. ; Considering the problems evolving adolescents sexual behavior (such as the high level of undesired pregnancy; the incidence of abortions and the increase on the cases of sexual diseases), this study aimed at verifying if the sexual education provided by the school and de family - the social institutions pointed out as the best to realize this kind of orientation - influences the sexual behavior adopted by adolescents. It was applied, accidentally, open-ended questionnaires in 149 students of an university located in São Paulo state. Although 79,9% of the students pointed out that they had received a satisfied sexual education, it wasnt all of them who made use of preventive methods, on their first sexual relation, and that still make use of it, in their actual sexual relations. Besides, some of these students demonstrated the magical thought that they don t have the risk on getting pregnant or on getting a sexual disease.

Entrar