Editorial RBSH 5(1) 1994

Título: Editorial RBSH 5(1) 1994
Autor(es): N. Vitiello
Ano: 1994
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 5
Número: 1
Páginas: 14-14
Tipo de Artigo: Editorial
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: Assistimos no Brasil, com grande satisfação, um grande incremento atual nos estudos sobre a sexualidade humana. Multiplicam-se os grupos de estudo, são frequentes os eventos regionais e nacionais, surgem novos cursos e cada vez mais se discutem os temas afetos à área da sexualidade humana. Esse despertar de interesse, vindo aliás em boa hora, não surgiu no entanto espontaneamente, como a muitos pode parecer. É ele o resultado de paciente e laboriosa atividade de profissionais que, no decorrer de muitos anos, vem dando sua parcela de sacrifício para acordar a sociedade para a importância do tema. Seria injusto que citássemos apenas alguns desses profissionais, além do que incorreríamos no risco de fazer injustos esquecimentos. No entanto, esperamos que algum dia algum dos interessados escreva uma detalha- da história do estudo da sexualidade entre nós. Enquanto esse dia não chega, alegremo-nos com o presente. Dentre uma série de fatos auspiciosos, não podemos deixar de citar a criação, pela SBRASH, inicialmente em São Paulo, de um Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Educação Sexual, cuja primeira turma já se iniciou em março último. Esse evento sem dúvida deixará profundas marcas para a instituição de um programa nacional de educação sexual, devendo nos próximos meses iniciar-se sua multiplicação em outros Estados. Conclamamos todos os associados da SBRASH a acompanharem com carinho a evolução desse Curso, que formará sem dúvida importantes multiplicadores, no qual depositamos nossa certeza de um crescimento de nossos conhecimentos e na solução de muitos dos problemas que hoje ainda afligem nossa sociedade, nossas famílias, nossas vidas. Para finalizar, deixamos registrado que, conforme previmos no número anterior, além do registro no International CODEN Service, nossa Revista encontra-se já registrada no Serviço de Base de Dados do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, responsável pela atribuição do Número Internacional Normatizado para Publicações Seriadas, o ISSN, estampado na capa da Revista a partir deste exemplar. Com esses dois registros, nossa Revista passa a ser internacionalmente registrada, o que garante aos autores que seus trabalhos estão disponíveis para pesquisadores de todo o mundo.

Entrar