Disfunção sexual e seu tratamento em pacientes com Diabetes Mellitus

Título: Disfunção sexual e seu tratamento em pacientes com Diabetes Mellitus
Autor(es): C. M. L. d. Alencar
Ano: 1999
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 10
Número: 2
Páginas: 275-277
Tipo de Artigo: Resumo Comentado
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: O Resumo Comentado trata do trabalho “Uma Visão Geral da Disfunção Sexual e seu Tratamento em Pacientes com Diabetes Mellitus”, publicado no Boletim Médico “TERAPÊUTICA EM DIABETES” n° 22 que dá orientações para a compreensão da Disfunção Eretiva em pacientes diabéticos, de autoria de Paulo Rodrigues. A Disfunção Eretiva ocorre em 1/3 dos diabéticos, de instalação em 10 anos de doença. O mecanismo etiológico é a esclerotização peniana que ocorre sobretudo quando os níveis de Hemoglobina Glicosilada estão aumentados. Há drogas que aumentam o problema e há outras que o tratam. Entre as drogas usadas no tratamento estão: Sildenafil (Viagra®), Fentolamina (Vasomax®), Auto-Injeção de Agentes Farmacologicamente Ativos e MUSE (Medicated Uretral System). Outras alternativas são: Dispositivo a Vácuo, Revascularização Peniana e Próteses Penianas. As medidas de controle metabólico devem ser mantidas, como: dieta, atividade física e anti-diabéticos orais ou insulina. (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar