Amor, sexualidade e erotismo nos maiores de 40

Título: Amor, sexualidade e erotismo nos maiores de 40
Autor(es): M. T. Maldonado
Ano: 1994
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 5
Número: 2
Páginas: 185-189
Tipo de Artigo: Opinião
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: A entrada nos “enta” marca uma outra etapa de vida, a partir da qual se colocam alguns dilemas, especialmente o que queremos buscar. juventude eterna ou preservação da vitalidade? Como estamos olhando e avaliando nossa vida? Analisar a qualidade do olhar é fundamental porque, a partir dos mesmos fatos podemos abrir ou fechar caminhos e possibilidades. Há uma enorme diferença entre sentir, por exemplo: “Eu já tenho 45 anos” ou “Eu só tenho 45 anos”. Quem mantém acesa a curiosidade, o interesse pela descoberta e pela aprendizagem abre seus caminhos de evolução e fica ligado com a vida, independente da idade. A estrada da vida de todos nós tem trechos de asfalto e trechos de pedras, por onde é mais difícil caminhar: são os períodos de crise, que envolvem o perigo de desintegração e profundas perturbações e a oportunidade do desafio para desenvolvermos novos recursos ao enfrentarmos as dificuldades e lidarmos com os obstáculos. (resumo indisponível, trecho do artigo).

Entrar