Notícias

Palavras da Presidente #1

Prezados(as) associados(as),

Em Dezembro de 2013 a atual Diretoria da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) foi formalmente constituída e passamos a exercer nossas atribuições em Janeiro de 2014. Apesar do silêncio, ao longo desse ano, nos unimos no anseio de firmar o fortalecimento da SBRASH em âmbitos nacional e internacional. Para tal redefinimos o papel da nova Diretoria, objetivando o pleno aproveitamento das competências individuais na busca por maior eficiência dos serviços oferecidos aos associados.

Leia mais

Lutra contra AIDS

O Dia Mundial da Lutra contra AIDS
consciência e apoio para as pessoas vivendo com HIV, para além de um dia!

Desde 1988, o Dia Mundial da Lutra contra AIDS é realizado em 1º de Dezembro. É  um dia internacional em prol da saúde, como uma oportunidade para as pessoas em todo o mundo se unir  na luta contra o HIV, mostrar o seu apoio para as pessoas que vivem com o vírus e também prestarem uma homenagem as que morreram.

Leia mais

2º Fórum AIDS e o Brasil

Discussões sobre o combate da AIDS no Brasil

A Revista Imprensa em parceria com a ESPM promoveu o 2º Fórum AIDS e o Brasil no dia 27 de novembro de 2014, com transmissão ao vivo pelo portal Imprensa. Foram três blocos temáticos com participação de profissionais que responderam a questionamentos dos entrevistadores e do público.

Leia mais

Sexualidade no Brasil

Os rumos da Sexualidade no Brasil

Não há desenvolvimento sem reciprocidade, talvez essa seja a maior contribuição que os Estudos da Sexualidade Humana trouxeram para as ciências e também para a sociedade e cultura. O ser recíproco contribuiu para um desenvolvimento integral. O que seria da sexualidade se não fossem os movimentos sociais? O que seria se não fossem os avanços da denominada Medicina Sexual? Ou do quebra-cabeça que é a Educação Sexual? E até mesmo, da clássica Terapia Sexual? Não, não existiria, pelo menos, não integralmente.

Leia mais

Araguari e sua menina

A menina levada de Araguari

Talvez poucos saibam, mas a menina levada de Araguari completará 30 primaveras no próximo ano. Em 1985, quando ele descreveu suas travessuras pelo campo da ciência, política e sociedade, sua preocupação era: será uma moça séria no futuro? Araguari se referia sobre a Sexologia no Brasil.

Leia mais

Entrar