Sobre tratamentos cirúrgicos para Ejaculação Precoce

A Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) posiciona-se de forma extremamente cautelosa com relação às técnicas cirúrgicas adotadas no tratamento das disfunções sexuais humanas, em especial a ejaculação precoce.

A literatura sexológica não possui pesquisas com metodologia representativa e de acompanhamento que fundamentam tais procedimentos.

O tratamento da ejaculação precoce é realizado através de psicoterapia, uso de antidepressivos ou associação de ambos, conforme preconizado pela literatura e retificado pela Associação Brasileira de Urologia.

O emprego de procedimentos invasivos em Terapia Sexual deverá ser adotado EXCLUSIVAMENTE nas situações clinicamente indicadas, após a realização de um detalhado diagnóstico diferencial. 

Iracema Teixeira
Presidente da SBRASH
Gestão 2014-2015

Entrar